< Voltar

Em mês de festas prefeito recua, e comércio segue aberto com mais fiscalização

Publicada dia 05/12/2020 às 10:48:05

Renan Alves

em-mes-de-festas-prefeito-recua-e-comercio-segue-aberto-com-mais-fiscalizacao

Thaís Balielo


Com o aumento de casos de coronavírus e grande número de pessoas internadas na Santa Casa, o prefeito Otacílio Parras (PSB) fez uma série de vídeos que geraram polêmica durante a semana. Em um deles ele reclama dos jovens até de madrugada nas ruas e praças e das festas clandestinas. Ele afirmou que irá fechar o trânsito nas ruas da Praça São Sebastião no final de semana e carros que desobedecerem serão multados e guinchados. Além disso, proibiu, através de decreto, a realização de eventos e reuniões.

O texto do decreto diz que “fica proibida a realização de eventos e reuniões em chácaras, casas de locação ou demais imóveis particulares ou públicos, onde se constate aglomeração de pessoas e perigo de proliferação de contágio pelo novo coronavírus”.

Em Parágrafo único é explicado que “será considerada aglomeração de pessoas que possibilite a proliferação de contágio do novo coronavírus, a reunião que conte com mais de 10 pessoas que não sejam da mesma família ou com mais de 12 integrantes familiares”.

Otacílio também endureceu na fiscalização. Equipes da Secretaria de Saúde, Fiscais, Conselho Tutelar e apoio da Polícia Militar se dividiram em oito equipes para fiscalizar o comércio, lanchonetes, bares e verificar a ocorrência de aglomerações.

O prefeito havia alertado para a possibilidade de fechar novamente o comércio por conta do aumento dos casos, mas após pronunciamento do governador do estado que não teve essa atitude, o prefeito decidir o Plano São Paulo, inclusive padarias, mercados e açougues irão poder voltar a abrir aos domingos.

“Nossos agentes de saúde, agentes da dengue, irão ajudar a fiscalizar, cada equipe será comandada por um fiscal da secretaria de assuntos jurídicos. Alertei que poderia ter fechamento do comércio, pois acreditei que o governador iria seguir as orientações técnicas, mas como não foi isso, então iremos seguir o Plano São Paulo”, disse Otacílio em vídeo nas redes sociais.

Os comerciantes que estavam revoltados com a possibilidade do fechamento do comércio ficaram aliviados com o recuo do prefeito. As medidas enérgicas de fiscalização foram elogiadas pelos comerciantes ouvidos pelo Atual.

“Vamos fiscalizar em parceria com a polícia para prender os responsáveis. Festa é crime de saúde pública em época de pandemia. Os rigores da lei àqueles que desobedecem. Para salvarmos a vida das pessoas e a economia temos que fazer aquilo que todos os comerciantes colocaram em redes sociais e em reuniões comigo: ser rigoroso com as festas e aglomerações”, disse em vídeo.

Otacílio também anunciou que todo o entorno da praça São Sebastião estará fechado no fim de semana para que não entrem carros. “Se entrarem serão multados e guinchados. Da mesma forma se se reunirem em outras regiões. Bares e restaurante fecham 23 horas. Tem que saber onde os filhos estão. Que não ocorra os absurdos desse final de semana que vimou jovens de madrugada em plena avenida. Menores pegos nessas condições serão levados pelo conselho tutelar e os pais chamados”, alerta.

No boletim Covid-19 de hoje a prefeitura divulgou 28 pacientes internados na Santa Casa de Misericórdia sendo 23 em isolamento respiratório em clínica médica, 14 leitos SUS e 9 convenio/particular, além de 5 na Unidade de Terapia Intensiva, sendo 3 em suporte ventilatório invasivo e 2 em suporte respiratório não invasivo.

Compartilhar nas redes sociais