< Voltar

Vacinação entre jovens está menor que o esperado

Publicada dia 21/08/2021 às 10:36:58

Pedro Figueira

vacinacao-entre-jovens-esta-menor-que-o-esperado

Thaís Balielo


A vacinação contra a Covid entre menores de 18 anos com comorbidades já teve início em Santa Cruz. A enfermeira coordenadora da vigilância sanitária, Ana Carolina Mariano da Silva, afirma que está tudo correndo bem, mas que o número está sendo menor que o esperado. Outra queda na procura da vacina está ocorrendo nas segundas doses. Carol lamenta que o número de faltosos tenha aumentado.

Nesta quarta-feira foi a vez de receber a segunda dose de coronavac quem tomou a primeira no dia 20 de julho. A enfermeira relatou que, dentro de um grupo esperado de 384 pessoas para o drive, 100 pessoas faltaram. “Alguns faltam por estarem com sintoma gripais, já outros acredito que se esqueceram mesmo”, diz.

A equipe da Secretaria da Saúde está realizando busca ativa entre os faltosos de segunda dose. Quando ligam para a pessoa informando que já passou o dia da segunda dose do imunizante e que é preciso procurar o Posto de Saúde para a aplicação, muitos se justificam alegando não terem ficado sabendo da data, outros sabiam, mas não puderam comparecer, outros estão com sintomas gripais ou com covid. “Tem de tudo, tem pessoas muito preocupadas e ansiosas pela segunda dose e outros nem tanto”, aponta.

Sobre a possibilidade de adiantar as datas da segunda dose, a enfermeira explicou que pode ter alguns dias de adiantamento para a Astrazeneca, mas que a Coronavac tem atrasado cerca de dois dias do prazo por falha no envio das doses pelo Governo Estadual.

Os doentes crônicos que tomaram a primeira dose nas unidades de saúde entre maio e início de junho podem realizar o agendamento nas unidades ou comparecerem no drive conforme for sendo divulgado. Será realizado um drive por semana para este grupo.

Sobre a possibilidade de cruzar as marcas de vacinas como algumas cidades do País estão fazendo, por conta de falhas na distribuição, Carol explicou que em Santa Cruz o cruzamento que pode ocorrer é apenas entre mulheres que tomaram a primeira dose de astrazeneca e neste intervalo engravidaram. Então completam o esquema vacinal com Pfizer, já que a astrazeneca possui restrições de aplicação em gestantes.

Carol enfatizou a importância de as pessoas comparecerem para tomar suas segundas doses e completar a imunização. Além das duas doses de vacina, as pessoas devem continuar com os cuidados de higiene, distanciamento e uso de máscaras.

Até quinta-feira haviam sidos vacinados com a primeira dose ou dose única 35.331 pessoas em Santa Cruz, representando 73,7% da população da cidade. Com o avanço da vacinação o número de casos positivos ou suspeitos tem caído, além da queda nas internações na Santa Casa e no número de óbitos.

Compartilhar nas redes sociais