< Voltar

Santa Cruz alcança melhor Ideb no ensino fundamental da região

Publicada dia 24/09/2020 às 10:22:21

Isadora Iaroseski

santa-cruz-alcanca-melhor-ideb-no-ensino-fundamental-da-regiao

Diego Singolani


O ensino fundamental de Santa Cruz do Rio Pardo atingiu a melhor média da região no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado na terça-feira, 15, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Um levantamento feito pelo Atual mostra o destaque dos indicadores da rede pública de Santa Cruz comparados aos de Ourinhos, São Pedro do Turvo, Espírito Santo do Turvo, Ipaussu, Bernardino de Campos e Chavantes. Já no ensino médio, Ipaussu obteve o melhor resultado e foi a única cidade a atingir a meta nacional de avaliação.

Medido a cada dois anos, o Ideb é o principal indicador de qualidade da educação brasileira. Os dados divulgados nesta semana referem-se a 2019. O Ideb é calculado com base em dados de aprovação nas escolas e de desempenho dos estudantes no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb). O Saeb avalia os conhecimentos dos estudantes em língua portuguesa e matemática. O índice final varia de 0 a 10.

O Ideb é subdividido em três faixas: primeiros anos de aprendizagem (até o 5ª ano do ensino fundamental), anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º ano) e ensino médio. Na região, o município com melhor desempenho nos primeiros anos foi São Pedro do Turvo, com índice de 7,7. Nos anos finais do ensino fundamental, Santa Cruz se sobressaiu com o Ideb de  5,7. Ipaussu teve a melhor avaliação do ensino médio, com índice de 5,3, o único município da região a alcançar a meta nacional para 2019, que foi de 5. Considerando a média total dos nove anos do ensino fundamental, Santa Cruz do Rio Pardo atingiu a marca de 6,4, seguida por Ourinhos (6,25) e São Pedro do Turvo (6,2).

A nível nacional, o índice registrado nos anos iniciais passou de 5,8, em 2017, para 5,9, em 2019, superando a meta nacional de 5,7 considerando tanto as escolas públicas quanto as particulares. Nos anos finais do ensino fundamental, do 6º ao 9º ano, avançou de 4,7 para 4,9. No entanto, ficou abaixo da meta fixada para a etapa, 5,2. No ensino médio, passou de 3,8 para 4,2, ficando também abaixo da meta, que era 5. 

Escolas de Santa Cruz

Na avaliação dos primeiros anos de aprendizagem - até o 5º ano do ensino fundamental -, todas as escolas de Santa Cruz do Rio Pardo superaram a meta nacional para 2019, que foi de 5,7. O colégio com melhor pontuação no município foi a E.M.E.F Professor Arnaldo Moraes Ribeiro, com índice de 7,6. 

Em relação aos anos finais do ensino fundamental - 6º ao 9º -, a escola com melhor pontuação, pela segunda vez consecutiva, também foi a E.M.E.F Professor Arnaldo Moraes Ribeiro, com índice de 6,6. Todas as demais instituições atingiram ou superaram a meta nacional de 4,9 para este segmento.

Na faixa do Ensino Médio, a escola com melhor índice em Santa Cruz foi a E.E Doutor Genésio Boamorte, com 5,3, que superou a meta nacional de 5. 

Compartilhar nas redes sociais