Jornal Atual
< Voltar

Açúcar não é tudo igual

Publicada dia 08/07/2020 às 10:00:25

Arquivo Pessoal

acucar-nao-e-tudo-igual

Diego Singolani


Os brasileiros consomem 50% a mais de açúcar do que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Isso significa que, por dia, cada brasileiro, consome em média 18 colheres de chá do produto (o que corresponde a 80g de açúcar/dia), quando o recomendado seria até 12. Desse total, 64% corresponde à açúcares adicionados, aquela colherzinha a mais que você coloca nos alimentos. O restante do consumo é o açúcar presente nos alimentos industrializados. Além da quantidade, é preciso estar atendo as características dos diferentes tipos de açúcares. O Atual conversou com a nutricionista Bruna da Silva Gazola sobre o assunto e você confere a seguir os principais trechos da entrevista:

Atual - Quais os tipos de açúcar mais comuns que encontramos no mercado e quais são suas principais características?

Bruna Gazola -  As principais diferenças dos açúcares aparecem no gosto, na cor e na composição nutricional de cada tipo. Quanto mais escuro é o açúcar, mais vitaminas e minerais ele possui, pois está mais perto do estado bruto. Conforme mais branco o açúcar fica, é sinal de que recebeu aditivos químicos no último processo de fabricação, o refinamento.  Atualmente, os mais encontrados no mercado são: refinado, cristal, demerara (possui grãos com coloração caramelo, passa por um refinamento leve e não recebe aditivos químicos, dessa forma possui maior valor nutricional), mascavo (forma mais bruta de extração do açúcar da cana, sendo extraído após o cozimento do caldo de cana), orgânico (envolve o plantio e cultivo da cana-de-açúcar sem a aplicação de nenhum tipo de agrotóxico, adubo ou fertilizante químico), açúcar light (também conhecido como fit ou magro, é a mistura do açúcar refinado com adoçantes artificiais). 

Atual - Existem açúcares mais saudáveis? 

Bruna Gazola - Os que possuem menor processamento são sempre mais indicados para uma alimentação saudável, como o mascavo e o demerara. Também é interessante optar pelas versões orgânicas. Estas são as melhores opções por não ter produtos químicos em sua composição e também pela quantidade de nutrientes que oferecem.  Entretanto, mesmo os tipos menos processados devem ser utilizados com moderação, pois apresentam alto valor calórico. 

Atual - Há diferença calórica entre eles?

Bruna Gazola - Em 100g do produto temos: cristal - 387 cal; refinado - 387 cal; mascavo - 369 cal;  demerara - 400 cal. Em relação às calorias, o açúcar mascavo também acaba sendo uma melhor opção, mas mesmo assim o consumo deve ser moderado.

Atual  - Quais as consequências do consumo exagerado de açúcar?

Bruna Gazola - O exagero no consumo de açúcar em longo prazo está relacionado com o aumento de risco para desenvolvimento de alguns problemas de saúde, como: obesidade, diabetes tipo 2, dislipidemias, doenças cardiovasculares, esteatose hepática, depressão, disbiose intestinal, cáries dentárias, entre outros.

Atual - Quais os melhores produtos naturais ou sintéticos para substituir o açúcar, do ponto de vista nutricional?

Bruna Gazola - É preferível sempre se optar por substitutos naturais, já que os produtos sintéticos terão compostos químicos adicionados à sua formulação. Temos alguns adoçantes naturais, como o açúcar de coco, stévia, taumatina, xilitol e eritritol. Apesar de serem naturais, devem ser utilizados com cautela e sempre com acompanhamento de um especialista. Por exemplo, o xilitol e o eritritol podem causar reações gastrointestinais em algumas pessoas. Além do cuidado com o consumo do açúcar que adicionamos aos alimentos, devemos dar mais atenção ainda ao açúcar que aparece escondido nos alimentos industrializados. Ele pode estar presente em biscoitos recheados, bolos, molhos de tomate, pães, molhos para salada, sopas prontas, macarrão instantâneo e caldo de carne, por exemplo.

Compartilhar nas redes sociais