< Voltar

Bispo autoriza reabertura de igrejas da região

Publicada dia 20/05/2020 às 20:29:11

Divulgação

bispo-autoriza-reabertura-de-igrejas-da-regiao

Renan Alves


Em nota oficial divulgada nesta quarta-feira, 20, o Bispo da Diocese de Ourinhos, Dom Salvador Paruzzo, se manifestou pela retomada das celebrações presenciais nas igrejas da região. Desde o dia 19 de março, as missas com a presença dos fiéis estavam suspensas por conta da pandemia do novo coronavírus. De acordo com Dom Salvador, seguindo orientações das autoridades sanitárias e do Ministério Público, a reabertura já é possível neste momento. 

Alguns critérios de segurança devem ser adotados nas celebrações, como o distanciamento entre as pessoas, uso de máscara e álcool em gel. Além disso, o recebimento da Sagrada Comunhão deve ser feito exclusivamente nas mãos. Ainda de acordo com a nota, aqueles que fazem parte do grupo de risco para Covid-19 devem continuar acompanhando as celebrações apenas pela internet.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) editou um decreto no dia 26 de março que tornou as atividades religiosas parte da lista de atividades e serviços considerados essenciais em meio ao combate ao novo coronavírus.

Confira a íntegra da nota divulgada pelo Bispo Dom Salvador Paruzzo:

 

“Depois de 2 meses de Distanciamento Social, vendo a necessidade de participar a Santa Comunhão de muitos fiéis, as orientações de outras dioceses, o parecer do Promotor Dr. Adelino Lorenzetti Neto e do Prefeito de Ourinhos, envio a seguinte Nota. 

NOTA SOBRE A PREVENÇÃO AO CORONAVÍRUS (COVID-19) SOBRE A ABERTURA DAS IGREJAS E CELEBRAÇÕES PÚBLICAS DA SANTA MISSA 

A vida é dom e compromisso! Seguindo as atuais indicações das autoridades sanitárias, orientamos que: Abram-se as igrejas, em horários específicos, para a oração pessoal; Retome-se a celebração pública da Santa Missa; Observem-se todas as normas estaduais e orientações de cada município da diocese, em relação ao número de fiéis nas celebrações; Observe-se o distanciamento de dois metros entre as pessoas, o uso obrigatório de máscara e de álcool em gel 70%; Distribua a Sagrada Comunhão somente um presbítero ou um diácono; Receba-se a Sagrada Comunhão exclusivamente na mão; Exorte-se as pessoas do grupo de risco a participar das celebrações pela internet; Reserve-se um lugar especial para receber a doação de alimentos; Higienizem-se os espaços usados após cada celebração e mantenha-se a ventilação dos mesmos. Cumpram-se de forma irrestrita estas normas. Quando houver novas orientações, haverá nova notificação. 

 

Dom Salvador Paruzzo

Bispo da Diocese de Ourinhos”

Compartilhar nas redes sociais