< Voltar

Santa Cruz perdeu quase 2 mil vagas de emprego em 2020

Publicada dia 20/07/2020 às 10:18:00

Isadora Iaroseski

santa-cruz-perdeu-quase-2-mil-vagas-de-emprego-em-2020

Diego Singolani


A retração no mercado de trabalho formal em Santa Cruz do Rio Pardo se agravou no mês maio, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pela Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia. Pelo quinto mês consecutivo, o município registrou perda de postos de trabalho. Os setores de serviço, comércio e indústria são os mais afetados pela crise econômica decorrente da pandemia do novo coronavírus. Em 2020, Santa Cruz já fechou 1884 vagas de emprego.

Os dados oficiais mais recentes, referentes ao mês de maio deste ano, mostram que Santa Cruz do Rio Pardo fechou 83 postos de trabalho. Foram 358 desligamentos contra 275 contratações. O setor mais afetado foi o de serviços, com 108 vagas a menos. Comércio, construção e indústria também tiveram saldo negativo. A situação do mês de maio só não foi pior porque o setor agropecuário teve desempenho positivo, com a criação de 138 vagas e apenas 21 desligamentos. Como comparativo, em maio do ano passado o município teve um saldo positivo de 535 postos de trabalho. No acumulado de 2019, foram 719 vagas a mais ao longo de 12 meses.  Vale ressaltar que os dados do Caged se referem ao mercado formal de trabalho. Somente em maio deste ano, o Brasil perdeu 331.901 vagas de emprego e o Estado de São Paulo 103.985.

O Atual já havia mostrado que o impacto da pandemia e da quarentena agravaram um cenário de desemprego em Santa Cruz do Rio Pardo que já aumentava desde o início do ano. Em janeiro, o saldo negativo de postos de trabalho foi de 765, praticamente todos ligados à agricultura e aos ciclos de safras na região; Fevereiro registrou perda de mais 657 empregos, também, predominantemente, no setor agrícola; A partir de março, é possível observar o aumento de desligamentos nos setores de comércio, serviços e indústria. O saldo negativo total naquele mês foi de 180 postos de trabalho. O mês de abril consolidou a inversão da pirâmide do desemprego em Santa Cruz do Rio Pardo. O setor serviços contratou 50 pessoas e demitiu 145 no mês. Nas áreas de comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas, 35 postos de trabalho foram abertos enquanto 96 acabaram fechados. Os setores agrícola e industrial tiveram saldos negativos de 72 e 35 vagas, respectivamente. Na somatória de janeiro a maio, Santa Cruz acumula perda de 1884 vagas de emprego em 2020.

Compartilhar nas redes sociais