< Voltar

Para comer de joelhos

Publicada dia 03/04/2020 às 10:13:47

Diego Singolani

para-comer-de-joelhos

Diego Singolani


“Hey, gordão, abra seus olhos. Hey, gordão, esqueça o macarrão, isto é razão. Para você salvar sua pele, esqueça o macarrão”. Os versos que aparentemente fazem uma reprimenda nutricional ao carboidrato são de uma música da banda paulistana Joelho de Porco, precursora do punk rock no Brasil, e que, fora o nome do grupo, não têm relação alguma com o tema principal desta reportagem. Mas como o som deles é muito bom, fica o registro. De volta à pauta, é nos altos do bairro São José, em Santa Cruz do Rio Pardo, que um bar tem feito sucesso com uma receita simples e certeira: joelho de porco assado. O tradicional Bar do Piapara serve a disputada iguaria somente aos domingos, sob encomenda. 

Elcidi José Ferreira, 53, o Piapara, é o proprietário do estabelecimento que leva sua alcunha. Há 30 anos comandando o negócio, ele vem de uma linhagem de donos de bar. Piapara é filho de Tião Rodela, que montou seu primeiro balcão nos idos de 1974, ainda na Vila Saul. “Tá no sangue”, diz o comerciante. O Bar do Piapara é um conhecido redutos dos amantes do carteado na cidade, principalmente do truco. O local costuma estar sempre movimentado e em noites de jogatina a culinária também tem destaque. “A gente faz os torneios de truco e quem perde paga a janta”, explica. A responsável pela cozinha do recinto é Jane Mesquita Dutra Ferreira, 47, companheira de Piapara. Com a experiência de quem lida com as panelas desde os oito anos de idade, Jane conta que os frequentadores ficam em polvorosa quando sabem que vai ter rango. “Têm vezes que junta mais de 50 pessoas. Todos me respeitam, são pessoas muito boas”, afirma a cozinheira.

Jane diz que Piapara se vira bem na cozinha e faz um belo arroz com bisteca. “Ele não morre de fome”, brincou. Porém, quem realmente comanda o setor é ela, com um cardápio de comida caseira. “Nas noites de truco, fazemos frango com polenta, arroz, feijão gordo, maionese, às vezes macarronada. Mas o prato que o pessoal mais pede é a carne de panela com legumes”, revela. Sobre o joelho de porco, Jane explica que passou a oferecer a sugestão aos domingos, junto com o tradicional frango assado na “televisão de cachorro”. Eles já recebem a peça porcionada, temperam e mandam para o forno. A sugestão pode ser tanto como prato principal para o almoço em família como também para um aperitivo - cerveja gelada acompanha bem, dizem os sábios. “Tem que encomendar. Mas a receita é bem simples e fazemos com muito carinho”, afirma a cozinheira. 

Receita

Joelho de Porco do Bar do Piapara

Ingredientes:

  • 1 joelho de porco inteiro;
  • Tempero da sogra (alho, cebola, manjericão e outras ervas a gosto);
  • 100 ml de vinagre;
  • Sal.

Modo de preparo:

  • Tempere o joelho de porco dentro de um saco para assar; coloque todos os temperos, o vinagre, sal, feche o saco e deixe descansar na geladeira de um dia para o outro;
  • Tire do saco (ou asse dentro do saco, se o seu forno não for tão potente) e leve ao forno por cerca de quatro horas, ou até a carne soltar do osso.

 

Compartilhar nas redes sociais