< Voltar

Eleitores de grupo de risco do coronavírus terão horário preferencial para votar

Publicada dia 16/10/2020 às 14:08:52

Isadora Iaroseski

eleitores-de-grupo-de-risco-do-coronavirus-terao-horario-preferencial-para-votar

Diego Singolani


Nas eleições deste ano, as pessoas que estão no grupo de risco do coronavírus terão um horário preferencial de votação das 07h às 10h. A medida foi anunciada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo. Em Santa Cruz do Rio Pardo, mais de 25% dos eleitores aptos a votar têm 60 anos de idade ou mais, o que os enquadra na faixa etária de risco para a Covid-19. Além disso, cerca de 10 mil moradores do município possuem alguma condição ou doença que também os inclui em categorias de risco - levando-se em conta somente dados da rede pública de Saúde. O horário preferencial, entretanto, não será exclusivo: a votação vai estar aberta a todos os eleitores.

De acordo com o Ministério da Saúde, são considerados grupos de risco para agravamento da Covid-19 os portadores de doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, asma, doença pulmonar obstrutiva crônica, e indivíduos fumantes (que fazem uso de tabaco incluindo narguilé), acima de 60 anos, gestantes e puérperas. Segundo dados da secretaria de Saúde de Santa Cruz, solicitados pelo Atual, o município possui  4.360 pacientes em tratamento de hipertensão arterial; 1.442 por diabetes; 495 por doença cardíaca ou do coração; 207 de AVC/derrame; 263 por insuficiência renal e outros problemas nos rins; 379 pacientes com doenças respiratórias no pulmão; 96 com asma e 2.663 com sobrepeso ou obesidade. Os dados não são precisos para avaliar exatamente o impacto no eleitorado, já que um paciente pode estar em tratamento para mais de uma doença, além de não se saber qual o percentual de eleitores ativos dentro deste grupo. De qualquer maneira, é inegável que o número de pessoas que padecem de alguma comorbidade em Santa Cruz é relevante, visto que os pacientes da rede particular nem foram contabilizados. 

Quanto ao eleitorado, especificamente, Santa Cruz do Rio Pardo possui 35.412 pessoas aptas a votar, de acordo com o TSE. São 9.160 eleitores com 60 anos ou mais, o que corresponde a 25,86%. Considerando apenas aqueles com idade entre 60 e 70 anos - ou seja, que fazem do parte do grupo de risco e têm de votar, obrigatoriamente - são 4.656 pessoas, que representam 13,15% do eleitorado santa-cruzense.

O voto não é obrigatório para maiores de 70 anos, mas o grupo de risco para o contágio da Covid-19 começa aos 60 anos. Por esse motivo, muitos eleitores estão com receio de ir às urnas. O eleitor com menos de 70 anos, tem de votar. Se não votar, precisa justificar. Quem não votar e não justificar dentro do prazo de 60 dias, leva multa de R$ 3,51, e fica com o título irregular - não consegue, por exemplo, se inscrever em concurso público, tirar passaporte ou RG.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já havia divulgado um plano sanitário que inclui o horário preferencial. O órgão também recomenda que todos os eleitores levem suas próprias canetas e obriga o uso de máscara e distanciamento social para toda a população. Além disso, o comprovante de votação só será entregue para quem precisar. O plano foi elaborado pela consultoria sanitária formada por especialistas da Fiocruz e dos hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein e vale para todos os municípios.

Compartilhar nas redes sociais