< Voltar

Avanço na vacinação possibilita retomada de atividades

Publicada dia 11/09/2021 às 10:30:26

avanco-na-vacinacao-possibilita-retomada-de-atividades


Com o avanço da vacinação e redução das internações na Santa Casa, a situação da pandemia de covid parece começar a se estabilizar, possibilitando a reabertura de mais atividades que estavam proibidas desde o início da pandemia. É o caso da prática de futebol, que foi liberada há algumas semanas, e a reabertura da Feira da Lua, que ocorreu na semana passada após quase dois anos desativada.

Na terça-feira, 31, foram vacinados 1.569 jovens entre 15 e 17 anos. A secretária de Saúde Anelise Leitão está contente com os números da vacinação e a situação de queda de casos, mas lembra que não é hora de afrouxar nos cuidados com uso de máscara e distanciamento, pois a variante Delta ainda é uma preocupação.

“Com relação ao alcance da meta de vacinação dos adolescentes de 15 a 17 anos realmente foi um sucesso, foi uma grata surpresa a educação a conscientização desses jovens. Preocupava-nos muito realmente porque a gente nota, pelos dados da fiscalização, que os jovens estão em alta nas ruas no período noturno, nas festas, nas baladas, nas festas em chácaras. A cobertura vacinal avançando nos dá mais tranquilidade com essa população. A nossa grande preocupação nesse momento é devido a flexibilização e o avanço da vacinação as pessoas comecem a se comportar entendendo que o covid acabou. A variante Delta é uma ameaça, inclusive pelo alto poder de transmissão”, argumenta.

Anelise ressaltou ainda a importância de as pessoas entenderem que precisa fazer o esquema completo da vacinação com segunda dose para uma cobertura maior e para evitar o desenvolvimento da doença na sua forma mais grave. Ela lamenta que ainda existam muitos faltosos nos dias de aplicação de segunda dose e que as unidades de saúde estão tendo que realizar busca ativa para que estas pessoas compareçam.

Sobre a volta da prática do futebol, o secretário de esportes Adriano Campanha está satisfeito, pois defende que a prática de atividades físicas ajuda inclusive na imunidade contra o vírus. Ele garante que as pessoas estão cumprindo todas as regras exigidas para poderem participar dos jogos. “É importante que todos os cuidados sejam tomados para que não precise parar novamente”, afirma.

Secretário de Assuntos Jurídicos, o vice-prefeito Edvaldo Godoy relatou que o retorno da Feira da Lua foi tranquilo. São 42 feirantes cadastrados. Compareceram 17 neste primeiro dia. Ele alega que esta redução já era esperada. “Cada qual já tinha seu local predeterminado (o mesmo de antes da paralização). Foi feita a conferência dos participantes, como é feita em todas as feiras, inclusive a de domingo. Faremos isso em todas as feiras, e se for constatado que alguém esteja faltando, e sem justificativas, será substituído por outros que já estão pré-cadastrados na Prefeitura”, diz.

Edvaldo argumentou que a Feira da Lua é um evento tradicional e familiar. “Muitas pessoas se deslocam para aquele local, que começa a funcionar desde as 15 horas, e vai até a noite. Centenas de pessoas passam por ali. A retomada da Feira da Lua, com segurança e responsabilidade, vai marcar a retomada de vários outros eventos. Digamos que ela funcionará como uma espécie de experimento, pois o número de pessoas que passa por ali é muito grande”, afirma.

O retorno da Feira ainda não permitiu mesas no local. As pessoas tem que comprar para levar para casa. Edvaldo acredita que o evento será um teste para novos eventos. “Tudo funcionando de maneira correta, ordeira, sem aglomerações ou desrespeito aos protocolos sanitários, estaremos conscientizando e dividindo responsabilidades, pois vários outros eventos estão programados pelo prefeito Diego para os meses que antecedem as festividades de final e início de ano. Também não têm como desvincular o sucesso desses eventos, ao aquecimento do comércio. E isso já é notório no dia a dia. E a melhoria da economia do Município será uma consequência de tudo isso”, afirma.

Compartilhar nas redes sociais