< Voltar

Pinhata manobra e tenta contratar ex-vereador com salário menor

Publicada dia 12/08/2019 às 10:08:14

Reprodução

pinhata-manobra-e-tenta-contratar-ex-vereador-com-salario-menor

O presidente da Câmara Municipal, Paulo Edson Pinhata (MDB) não desistiu de contratar o ex-vereador de São Pedro do Turvo, Edson Luiz de Souza. Nesta semana, Pinhata apresentou um projeto que prevê a criação de um cargo de assessor legislativo, prevendo a nomeação do político são-pedrense.

Após a polêmica tentativa de contratar Edson com salário aproximado em R$ 10 mil, Pinhata quer, com o novo projeto a extinção do cargo de chefe de gabinete e a criação de mais um assessor com salário mensal de R$ 4.879,75. A Câmara Municipal já possui atualmente três assessores legislativos, são eles Renata Aparecida Sartori Neumanas, Patrícia Aparecida Paulin Pegorer e Denis Fernando dos Santos Fernandes.

Entre as funções do assessor legislativo está a de assessorar o presidente e conceder apoio político ao chefe do legislativo.

O projeto foi discutido na reunião das comissões realizada na quinta-feira, 8, o presidente não estava presente com a justificava de uma viagem para São Paulo e os vereadores se mostraram contrários ao documento. “Não está reduzindo os custos, está aumentando mais um funcionário”, disse o vereador Marco Valantiere (PL).

O projeto prevê ainda que o cargo de assessor parlamentar seja extinto após a vacância, ou seja, a saída do atual assessor José Eduardo Piedade Catalano. Segundo a legislação em vigor, a vacância estava prevista para os cargos de atendente, recepcionista, vigias, serviços gerais e telefonistas, que, o Tribunal de Contas entende que devem ser funções terceirizadas.

Com essa manobra, Paulo Pinhata mostra que está disposto a colocar o amigo Edson Luiz na Câmara a qualquer custo e não desistirá facilmente. O projeto foi retirado e ainda não entra em votação na sessão desta segunda-feira, 12.

Compartilhar nas redes sociais