< Voltar

Município pode ceder mais um funcionário para Sindicato

Publicada dia 24/08/2019 às 12:19:45

Reprodução

municipio-pode-ceder-mais-um-funcionario-para-sindicato

O município de Santa Cruz do Rio Pardo quer ceder ao Sindicato dos Servidores Municipais de Santa Cruz do Rio Pardo mais um funcionário através de uma emenda à Lei Orgânica que será votada nesta segunda-feira, 26, pelos vereadores.

Desde 2001 o município já cede o funcionário Ademir Palko, atualmente presidente do Sindicato e que possui o cargo original de escriturário desde 1998. Seu salário-base é de R$ 1.515,65.

A emenda à Lei Orgânica que será votada pelos vereadores gera discussão nos bastidores porque o nome mais cotado para ser transferido ao Sindicato é o de João Vitor Marsola, auxiliar de farmácia PSF contratado desde 2010.

Marsolinha, como é conhecido já foi candidato à vereança em Santa Cruz e é um dos braços-direto de Ademir Palko, mas não possui aceitação dos vereadores e nem da maioria dos funcionários públicos sindicalizados.

Em nota, a Prefeitura de Santa Cruz do Rio Pardo informou que a solicitação e a indicação são feitas pelo Sindicato dos Servidores Municipais e não por escolha do município, segundo a Lei Complementar vigente. “Eles escolhem e eu decido se aprovo ou não. Não posso aceitar perder, por exemplo, uma fonoaudióloga”, exemplificou o prefeito.

Compartilhar nas redes sociais