Jornal Atual
< Voltar

Comércio espera aquecimento com Dia das Mães

Publicada dia 11/05/2019 às 13:13:53

Thaís Balielo

comercio-espera-aquecimento-com-dia-das-maes

O Dia das Mães é uma data esperada por muitos comerciantes para aquecer as vendas no mês de maio. Em Santa Cruz do Rio Pardo muitos comerciantes afirmaram que já sentiram um aumento nesta semana e o maior volume de vendas deve ser hoje, 11. Algumas lojas chegaram a aumentar o número de funcionários para atender a demanda da data.

A comerciante Gisele Rangel Araújo, conhecida como Bia, afirma que o mês começou melhor que abril, mas que ainda estava devagar no início da semana. “Esperamos o maior volume de vendas nos últimos dias antes do Dia das Mães. O brasileiro deixa sempre para a última hora”, argumenta.

Bia possui três lojas de roupas na cidade e afirma que o que mais vende são as blusas, além de camisas e jeans. “Está em tendência os conjuntos para usar com tênis e blusas de suede. Temos assessórios e as pessoas podem agregar ao presente. São presentes para todos os bolsos. Temos produtos a partir de R$39,90”, garante.

Como o calor continua, Bia disse que as peças leves e até mesmo biquínis e saídas de praia ainda estão em alta. Além disso, ela revela que muitas mães vão até a loja para se presentearem.

Proprietária de uma floricultura, Ângela Gonçalves afirma que o Dia das Mães é o Natal dos floristas, pois é a época do ano que mais vende. “É um presente bastante acessível. Hoje flor está barata. Uma orquídea que antes era muito cara, hoje já é mais barata devido à tecnologia dos produtores”, afirma.

Ângela conta que as flores são opções para todos os bolsos, desde um botão de rosas de R$ 5 até orquídeas especiais e cestas personalizadas. Ela revela que vende bastante as mini orquídeas e as orquídeas tradicionais para esta data. A cesta de café da manhã é outra campeã nas vendas.

Para anteder a demanda das cestas ela trabalha até de noite no sábado montando as cestas que começam a ser entregues no domingo a partir das 6 horas. “São flores e produtos frescos, então não temos como deixar montado com antecedência. Chego a ter que recusar encomendas quando chega em um determinado número de cestas vendidas”, revela.

A vendedora Danileia Aparecida Pereira do Nascimento trabalha em uma loja de perfumaria e afirma que as vendas estão iguais ao ano anterior. Ela explica que esta época do ano é importante para a loja e o número de funcionárias foi dobrado para atender melhor os clientes.

Segundo a vendedora, as vendas de kits de presentes estão em alta. “São presentes a partir de R$ 29,90. As mães também podem aproveitar e se presentear. Muitas buscam presentes e acabam comprando para elas também”, diz.

Compartilhar nas redes sociais